MENU

Alta Floresta - MT

Segunda-Feira, 21 de Agosto de 2017

Vandalismo atrasa conclusão de faixa elevada da Avenida Ariosto

A obra deverá ser entregue na sexta-feira (11)

Divulgação/Assessoria

Lindomar Leal/ Assessoria de Comunicação

Postada em 08 de Agosto de 2017 às 08h25min

Por consequência de uma ação irresponsável de vândalos, a Prefeitura de Alta Floresta, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura, terá que estender o cronograma de conclusão da faixa elevada que está sendo construída na Avenida Ariosto da Riva, em frente a agência da Caixa Econômica e da sede do Procon.

            Na sexta-feira (04.08), a Secretaria de Infraestrutura interditou a avenida com faixas zebradas e cavaletes para iniciar a obra. No mesmo dia foi concluída parte da estrutura principal de concreto. No entanto, á noite, vândalos retiraram a sinalização que indicava a interdição da avenida e passaram sobre o concreto fresco danificando grande parte da estrutura.

            Na manhã de sábado, após constatar o vandalismo, a Secretaria de Infraestrutura adotou as primeiras medidas e removeu o concreto danificado. O serviço teve continuidade nesta segunda-feira (07.08) e por volta das 18:00 horas, depois de um dia de trabalho intenso e muita dedicação da equipe da Secretaria de Infraestrutura, coordenada pelo engenheiro Fernando Catunda,e os reeducandos do Projeto Nova Chance, coordenados por Marcelo Marques Rodrigues, foi concluída a parte estrutural (concreto armado). A próxima etapa será a sinalização horizontal (pintura) e vertical (placas), mas para isso acontecer será necessário esperar a cura do concreto, que deve demorar aproximadamente 48 horas.

“Nós estávamos com uma previsão de terça-feira entregar a obra, pelo menos a parte trafegável da avenida, mas agora vamos ter que estender esse prazo até o final de semana, porque precisamos de pelo menos dois dias para o concreto curar”, explicou o engenheiro Fernando Catunda ao relatar que o ato de vandalismo havia provocado um estrago muito grande na estrutura da passagem de veículos.

O projeto de construção da faixa elevada segue as normas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), por meio da Resolução nº 495/2014. A faixa elevada tem 04 metros de largura e comprimento igual a largura da pista e possui drenagem superficial.

            Por ser uma avenida central, o tráfego de veículos e a movimentação de pessoas é intenso, principalmente na agência bancária e no Procon, por isso, a construção da faixa elevada deverá diminuir a velocidade dos veículos e proporcionar maior segurança aos pedestres. A obra está sendo executada em parceria com o empresário Nei Baganha.


SOLO Plus