MENU

Alta Floresta - MT

Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017

Flor Ribeirinha comemora título mundial conquistado na Turquia

A alegria do siriri conquistou os dez jurados técnicos internacionais

Salih Yildirim

Thiago Andrade | Gcom-MT

Postada em 07 de Agosto de 2017 às 06h10min

O grupo cuiabano Flor Ribeirinha foi o vencedor do Festival Internacional de Arte e Cultura, realizado em Istambul, na Turquia. O espetáculo "Mato Grosso Dançando o Brasil" conquistou o coração dos jurados e desbancando grupo de outros 25 países que participaram da competição, que iniciou em 27 de julho e terminou na neste sábado (06.08). Grupo contou com apoio do Governo do Estado para a viagem.

O espetáculo escolhido foi o Mato Grosso Dançando o Brasil, em que o grupo faz uma passagem pelas danças típicas do Brasil. No entanto, o diretor-executivo do grupo, Jeferson Guimarães Rosa, conta que o foco do grupo é o siriri, dança típica mato-grossense. A alegria do siriri conquistou os dez jurados técnicos internacionais.  

“A energia do boi bumba do Norte do país e a alegria do siriri fizeram uma grande diferença em todos os lugares que nós vamos. O siriri cuiabano agrega e o público se aconchega a essa energia e se sente bem com toda essa alegria e acho que isso fez diferença aqui”, disse o diretor executivo.

Como campão mundial, o grupo Flor Ribeirinha ganha ainda mais destaque internacional, com uma projeção ainda maior. O grupo passa a representar o Brasil em eventos de danças tradicionais pelo mundo. “A expectativa é continuar com o trabalho, o Flor Ribeirinha passa a ser um representante de maior visibilidade e projeção. Dessa forma, não só o grupo ganha, mas toda a cultura popular brasileira e mato-grossense”, afirma o diretor.

Atualmente, o grupo possui pouco mais de 50 membros entre músicos, dançarinos e produção. Para possibilitar a apresentação do grupo, o Governo de Mato Grosso, através da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), liberou R$ 150 mil ao grupo mato-grossenses, recursos aprovados pelo conselho estadual. Jeferson destaca que o apoio foi fundamental para a conquita. “Se o governo não tivesse nos apoiado, nós não estaríamos aqui, não conseguiríamos chegar onde chegamos. Graças a Deus e ao nosso governo deu tudo certo. Quero parabenizar a equipe do governo”, destacou.    

Visibilidade Internacional

Jeferson destaca que tudo começou quando o grupo foi selecionado pela Federação Brasileira de Artes Populares (Febrarp) para fazer uma turnê pela França, há quatro anos, sendo o grupo cuiabano selecionado entre mais de 500 grupos. Depois disso, passaram a fazer turnê pela Europa, e, em 2016 participaram de um campeonato na Coreia do Sul, onde ficaram com vice-campeões. O prêmio gerou convite para o campeonato em Istambul.